Antídoto: Eu

“Desenho a minha vida sobre um palco. Hoje, as luzes estão totalmente direcionadas ao público. As cortinas: entreabertas. Teatro cheio e todos olham em direção à luz. Estou completamente despida de mim e o meu corpo debruça sobre os meus joelhos. Meu rosto, pálido, escondido e os cabelos lançados para a frente, jogados ao chão. Uma música oca e triste invade o meu cenário imaginário – meu mundo. Há uma certa perplexidade e espanto em cada semblante. Não vejo. Sinto. Burburinhos e cochichos se misturam à música gosto ocre e azeda. Sinto suor percorrer pela minha pele e não posso estancá-lo. Sai vermelho e mancha o chão do salão. Não há em mim evidência de nenhum tipo de ferimento externo que possa resultar este derramamento estranho. O cheiro pesa o ar. Suplico mentalmente para que as cortinas se fechem e eu possa me levantar. Inércia. Rastejo lentamente em busca da saída para o camarim. Sinto o meu corpo sendo esfolado, cortado, esfarelado. A minha pele está se separando de mim. Virei cobra? Consigo sair da mira dos olhos. Olhos que lançam faíscas. Posso levantar-me? Estou em carne viva! Lembrei que um dia alguém me disse que me amaria para sempre. Meu palco era dramático, mas havia vida. Hoje ele era opaco, vazio e sombrio. Aquele telespectador que ficava sempre lá, sentado e empolgado na primeira fila, aquele que me disse que me amaria para, parou no seu mundo e não apareceu. Foi andar de bicicleta. Sussurrou que fui a personagem mais importante de suas histórias. No que fui, caí, não sou, morri. E o que era drama, virou foi e se foi e nada mais restou. Eu em carne viva, cobra rastejante, saí para não dar o bote. Descamo. Solto toda a minha pela para que façam dela o que bem quiserem.  Para mim não serve para bolsa. Aquela pele talvez nem combinava mais com essa cobra que virei neste ensaio pago. Ainda não defino cores novas para ela, mas vermelho não quero mais. Deixo o bote para o momento mais oportuno e já invento o antídoto para ele: EU.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.